23 de nov de 2007

Servidor de monitoramento de rede com Ubuntu e the Dude

Na nova empresa que trabalho, as pessoas são um pouco fanáticas por windows. Quase o mesmo tanto que eu sou por linux :P

Pois bem. Estava eu pensando em como montar um sistema para monitorar uma grande rede, com diversos tipos de equipamentos, onde todos os dias são adicionados e retirados vários ips, com serviços pulando de uma máquina para outra.Pela ordem que testei:
WEBMIN, Simples. Muito simples. Simples de mais. Mas não me atende. Queria mais.
MON, um pouco melhor, mas deixa muito a desejar.
NAGIOS, Bom, MUITO BOM ! BOM DE MAIS !!!
NAGMIN+NAGIOS+NAGIOSGRAPH, Caramba ! PERFEITO ! Mas tão complicado para configurar. Tão complicado!
Queria uma ferramenta mais prática, onde mesmo um leigo possa adicionar novos equipamentos, criar monitores, ver o estado geral... tipo o DUDE. Ei. pera lá. Wine... hum... só usei para emular jogos do windows até agora...
Bem, porque não... Um AMD Sempron(tm) 2600+(1,8 Ghz) com 225 mb de memória e um disco IDE qualquer.
Tá, mas qual distro? Acabei escolhendo Ubuntu. Porque já estava instalado na máquina. Li e reli a internet encontrei problemas com instalação do wine se for atualizado o kernel depois, e como a máquina ainda não tinha o wine instalado, comecei.
Abri um shell e taquei ficha:
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get dist-upgrade
$ sudo reboot
... Abri um shell de novo, e continuei, seguindo as recomendações da Mikrotik, executei:
$ sudo apt-get install msttcorefonts wine vncserver
$ sudo adduser dude
Digitei uma senha grande qualquer
$ xhost +
$ su - dude
Caramba, ainda bem que anotei a senha...
$ export DISPLAY:0
$ vncpasswd
Digitei de novo a senha grande ;P
$ winecfg
Note que estou executando todos esses últimos comandos com o usuário recem criado dude. Abrindo o winecfg, o que criou automaticamente os diretórios e configurações do wine para o usuário dude. Na tela de configuração do wine, alterei o que se segue:
Aba Aplication: Opção Window: Alterado para Windows 2000
Aba Graphics: Opção Vertex Shader Suport: Selecionado None
Aba Graphics:
Opção Allow Pixel Shader: Desmarcado
Aba Audio: Desmarcada TODAS as opções de áudio. Não quero meu servidor tocando musicas!
Cliquei em OK, fechando o winecfg
Então baixei o instalador do DUDE:
$ wget http://www.mikrotik.com/download/dude-install-3.0beta7.exe
e copiei as fontes da MS como está no site da Mikrotik
$ cp /usr/share/fonts/truetype/msttcorefonts/* ~/.wine/drive_c/windows/fonts/
Iniciado a instalação do DUDE:
$ wine dude-install-3.0beta7.exe
Fiz ao melhor formato YANO (yes, accept, next, ok), somente desmarcando a última parte, onde falava que ia rodas o DUDE ao final da instalação, como monstra a figura abaixo:
Após desmarcar a opção para rodar o DUDE e clicar em Finish, reiniciei o windows da minha máquina:
$ wineboot -r
E rodei o DUDE como servidor para ver se estava tudo ok
$ wine ~/.wine/drive_c/Arquivos\ de\ programas/Dude/dude.exe --server
Mesmo assim, apareceu um erro do ALSA, mas não dei importância.
Sai do usuário dude com um CTRL+d
Então criei o arquivo /etc/init.d/dude, com o comando
$ sudo gedit /etc/init.d/dude
E coloquei em seu corpo:

#! /bin/bash

USUARIO=dude
EXECUTAVEL="/home/${USUARIO}/.wine/drive_c/Arquivos\ de\ programas/Dude/dude.exe"
LOG="/var/log/dude.log"
PIDDIR="/var/run"
VNCSERVERDISPLAY="1024"


# ------------------------------------------------------
set -e
. /lib/lsb/init-functions

case "$1" in
start)
log_daemon_msg "Iniciando DUDE" "dude"
## Isso abaixo deste ponto eh em uma linha soh
/bin/su - $USUARIO -c "vncserver -name Dude -depth 8 -geometry 20x20 :1024 ; export DISPLAY=:${VNCSERVERDISPLAY} ;wine ${EXECUTAVEL} --server &" 2 > ${LOG}
## Isso acima deste ponto eh em uma linha soh
#dando tempo para o dude iniciar com o wine
sleep 50
pidof dude.exe > $PIDDIR/dude.pid

;;
stop)
log_daemon_msg "Parando DUDE"
if start-stop-daemon --stop --quiet --oknodo --pidfile $PIDDIR/dude.pid; then
#dando tempo para o dude gravar as informações
sleep 50
/bin/su - $USUARIO -c "vncserver -kill :${VNCSERVERDISPLAY}"
log_end_msg 0
else
log_end_msg 1
fi
;;
*)
log_action_msg "Usage: $1 {start|stop}"
exit 1
esac

exit 0

Salvei o arquivo e dei permissão a ele
$ sudo chmod 700 /etc/init.d/dude
Criei as entradas corretas nos rc.s com
$ sudo update-rc.d dude start 99 2 3 4 5 . stop 01 0 1 2 3 4 5 6 .
Iniciei o serviço com
$ sudo /etc/init.d/dude start
Ótimo, o servidor está pronto.
É só instalar o programa em modo cliente em qualquer máquina e conectar no novo servidor. Continuará...

13 de nov de 2007

cota de impressão no linux

passo a passo para instalar um controle completo de impressão com cotas de usuários.

Instalar impressora com cups, e então :

http://svn.librelogiciel.com/cgi-bin/viewcvs.cgi/pkpgcounter/tags/
http://svn.librelogiciel.com/cgi-bin/viewcvs.cgi/pykota/tags/


sudo apt-get install subversion
svn co svn://svn.librelogiciel.com/pykota/tags/1.26 pykota
apt-get install python-dev
apt-get install python
apt-get install python-egenix-mxdatetime
apt-get install python-ldap
apt-get install slapd
apt-get install python-osd
apt-get install python-pysnmp4
apt-get install jaxml
apt-get install python-reportlab
apt-get install python-imaging
apt-get install python-psyco
cd pykota/
python setup.py install
cd ..
svn co svn://svn.librelogiciel.com/pkpgcounter/tags/3.20 pkpgcounter
cd pkpgcounter/
sudo python setup.py install
cd ..
svn co svn://svn.librelogiciel.com/pkipplib/tags/0.07
cd pkipplib
python setup.py install
apt-get install python-chardet
apt-get install python-pam
mkdir /etc/pykota
cp /usr/share/pykota/conf/pykota.conf.sample /etc/pykota/pykota.conf
cp /usr/share/pykota/conf/pykotadmin.conf.sample /etc/pykota/pykotadmin.conf
nano /etc/pykota/pykota.conf



... continua ...

3 de nov de 2007

Windows X Linux e educação

Porque incentivar o uso de programas livres na educação básica.
É uma questão muito simples. Acredito se você chegou até aqui, pode parar e pensar em uma coisa.

O que leva o Nosso país Brasil a ser esse mar de co
rrupção que é hoje?
A certeza da impunidade.
É simples. Eu acelero meu carro acima do limite de velocidade simplesmente porque sei que não levarei multa.
Jogo lixo no chão simplesmente porque não tem ninguém vendo, ou qualquer outra transgressão porque nada me acontece.

A sua versão do Microsoft Windows XP é registrada? Se sim, parabéns. Você é a fatia de 60% do mercado que pagou por este sistema operacional(sendo que 70% desse 60% representa pessoas que compraram computador com Windows legal já instalado). Se você está em sua casa, WOW! Você representa 10% dos 60% que
pagaram pelo programa. Se você tem Office completo instalado e pagou por isso, CARACAS ! Você representa 3% dos 10% anteriores!!! Agora se você pagou pelo Photoshop, mais Corel completo, mais a última versão do Enemy Territory, seu nome é Marcelo Arias, mora na rua das Flores, é casado com a Solange e gastou aproximadamente R$5.000,00 em programas. Parabéns. Mas os dados anteriores são apenas um exemplo, demonstrando como anda o mundo de programas piratas no Brasil.

Não existe dados oficiais, mas é dado como, segundo a ABES, 95% dos consumidores de programas utilizam algum tipo de programa pirata, em algum lugar. Seja em casa, seja no trabalho, seja como for. Mas porque isso? Porque fomos condicionados a tal.

Se você pega uma pessoa e coloca ela na frente d
e um computador com qualquer sistema operacional, e dizer para ela que só existe aquele, e ela o usar por 5, 20 meses, o que vai acontecer com ela? Vai acabar acreditando que somente aquilo existe, e que aquele sistema é mais fácil, melhor, mais aquilo, mais isso...

Até ai tudo bem, mas se tratando de programas pagos, quem tem a capacidade de investir R$ 5.000 em programas? ou mais simples, quem tem a capacidade de investir R$ 1.000 em programas, quando suamos para comprar um computador de R$700 ?

Questiono de novo, o que acontece quando uma criança ou adolocente é condicionado a usar um programa que ele terá que pagar mais pelo próprio programa que pela máquina ? Não pagará. Na certeza que não será repreendido.

Está formada ai a certeza da impunidade.

Mas ai temos somente a questão da casa. Olhe bem. Ao condicionar a pessoa a usar programa X, Y ou Z em casa, ela vai pressionar as empresas a utilizarem os programas X, Y ou Z que ela está acostumada a usar. Mas em empresas, essa conta é paga. E é bem alta. Não estou dizendo "você deve usar linux", mas estou falando, "você deve ser condicionado a escolha", e se quiser um ou outro, isso você deve escolher depois.

A aproximadamente 3 meses tive uma breve reunião aqui na minha cidade com a secretária de educação do município. E a um certo ponto, ela falou do projeto dela de inclusão digital, que a anos ela está trabalhando sobre isso, principalmente com crianças carentes da nossa região, mas o interessante foi quando ela falou que a prefeitura estava licitando licenças de programas, no caso expecífico, MS Windows e MS Office, porque "Linux nâo presta. Nunca vi alguém usar Linux."

Por educação, fiquei quieto pensando nas palavras da Sra. secretária de educação do meu município.
Ela estará no início do ano que vem, condicionando mais de mil alunos carentes a praticarem a pirataria. Qual deles irá pagar pelos pacotes MS? Tenho certeza que nenhum.

Programas livres, Linux, OpenOffice, Firefox, Gimp, QCad, Dia, Inkscape, Ekiga, Pidgin, Serpentine, VLC, sem falar em Ubuntu, Gnome, Mandriva e tantas outras distribuições e programas que facilitam e realmente incluem digitalmente as pessoas SEM COMETER TRANSGRESSÕES!
Acredito que ela se enganou no seu pensamento, e mesmo sendo bacharel em Informática, acredito que a falta de informação e de vontade de conhecer faz dela uma pessoa indígna do cargo que ocupa.

Existe pessoas que acreditam que Linux é extremamente difícil de usar. Pois bem. Vamos aos FATOS reais.
A alguns meses atrás, o computador da minha noiva apresentou problema, e tinha que ser reinstalado. O computador dela tinha WinXP piratex instalado, o qual ela mesma comprou assim, direto do revendedor. Como era o computador dela, eu só colocava a mão para arrumar alguma coisa que parava de funcionar. E isso acontecia com MUITA frequência. Uma bela manhã, ela me chama para arrumar o computador dela que não estava funcionando. Havia uma mensagem "FALHA NTLDR PRESSIONE CTRL+ALT+DEL". Sabia que era falha da partição NTFS, e que daria um trabalhão danado para consertar. E como não trabalho com Windows a anos, pedi a ela se podia instalar Linux. Ela ficou meio resistente, falou que achava difícil. Ai vim com argumento "Ou Linux ou manda você pra assistência. Eu não coloco mais a mão". Claro que ela ficou brava comigo, mas aceitou, ou não aceitou e eu instalei assim mesmo... não lembro dessa parte.
Era uma manhã de domingo, e pedi para ela usar. A primeira pergunta "Cade o Internet Explorer?" ai mostrei pra ela o Firefox. Cadê o MSN? Mostrei o Pidgin. Cadê o Photoshop? Mostrei pra ela o Gimp. Como faço pra imprimir? Ai falei "Clica na impressorinha ali do canto". E como uso o scanner?...
Assim foi alguns dias com perguntas. E assim foi. Aqui estou eu, sentado no computador dela, escrevendo esse artigo, executando uma atualização do Gutsy, que ela me pediu, pois não teria tempo para fazer esse fim de semana. Ela usa cerca de 6 horas por dia essa máquina. Nunca mais deu qualquer tipo de problema.

E o mesmo caso aconteceu com meu cunhado, que usa Gutsy também no computador dele.

E minha irmã, que me pediu uma cópia do Corel, e eu passei o link do Inkscape, que ela usa até hoje.

Então, cara Sra. Secretária da Educação da cidade de Lages-SC. Usar programas livres é só começar. E somente eles trazem as pessoas realmente para a inclusão digital.

Que esses exemplos sirvam da mesma forma quando você for comprar um programa, um filme em DVD ou um cd de música pirata.
Seja exemplo para os outros. Para seus filhos. Para VOCÊ mesmo!

Tela da máquina da minha noiva. Ela gostou :)

26 de out de 2007

Samba 4 e Active Directory

Estive pensando em uma boa maneira de controlar os recursos da rede, e a topologia apresentada pelo AD é uma boa solução. Mas não quero gastar uma fortuna para testar os emplementos da mesma. Então como uso o mundo livre, achei uma boa baixar o svn do samba 4 e compilar ele.

Seguindo os passos do wiki do samba espero obter sucesso.

Meu sistema: Um note Vaio Qualquer coisa com 512 de memória e um Ubuntu Gutsy instalado.

1- Baixei o samba4
$ svn co svn://svnanon.samba.org/samba/branches/SAMBA_4_0 samba-4_0
$cd source
$./autogen.sh
$./configure

Ai notei que após o ./configure, solicitou algumas coisas como autoconf, gnutls-bin, pthreads , readline-common, libblkid-dev, auth-client-config, então instalei tudo de uma vez só, executando de novo ./configure.

Logo após, dei um make proto all.
E então, checkinstall -D make install.

Bom, agora tenho um pacote .deb já instalado.

Eh, 5 horas depois, parei. Tenho que acordar as 7 pra viajar e já é 5 da manha :P

Provisioning for TESTE in realm TESTE.COM.BR
Using administrator password: PASSWORD
Setting up /usr/local/samba/etc/smb.conf
Setting up share.ldb
smbscript: ejsEvalScript(): Assertion failure

Backtrace:
[ 0] open_ldb:12 -> assert(connect_ok)
[ 1] setup_ldb:11 -> var ldb = open_ldb(info, dbname, erase)
[ 2] provision:45 -> setup_ldb("share.ldif", info, paths.shareconf)
[ 3] :167 -> provision(subobj, message, blank, paths, system_session, creds, ldapbackend)

root@note:/usr/src/samba-4_0/source/setup#

Já vi o que aconteceu. Não arrumei o ./configure pra instalar os arquivos nos lugares certos. Bem, boa noite... ou bom dia !

7 de set de 2007

Resolvendo problemas com teclas nos teclados ABNT2 e outros no rdesktop, vnc, freenx e qualquer coisa que usa X no linux

O coisa chata conectar num terminal remoto e ver que a droga da barra (|) não está funcionando.
Quando é a barra (/) tudo bem. Existe outra no teclado numérico que quase sempre está certa.
Mas para "forçar a barra" do sistema e remapear algumas teclas, já que só uso teclado ABNT2, fiz o seguinte no meu Xubuntu Feisty:
# sudo nano /usr/bin/xabnt2
Colocando dentro do arquivo o seguinte:
#!/bin/sh
XMODMAP=`which xmodmap`
$XMODMAP -e "keycode 94 = backslash bar"
Salvo o arquivo e altero as permições dele:
# sudo chmod 755 /usr/bin/xabnt2
Então coloco para executar automaticamente quando fizer logon no meu meu gráfico, criando uma entrada .desktop como abaixo:
# nano ~/.config/autostart/xabnt2.desktop
Colocando dentro do arquivo:
[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Version=0.9.4
Type=Application
Name=xabnt2
Comment=Força o uso das teclas bar e slash com teclados Abnt2
Exec=/usr/bin/xabnt2
StartupNotify=false
Terminal=false
Hidden=false
Nota: se você não sabia, a pasta "~/.config/autostart/" é o "Iniciar" pessoal, ok ?
Pronto, agora todos os meus terminais remotos, incluindo VNC, FREENX, e até locais estarão sendo forçados a usarem as teclas \| no lugar certo !

Dica:Você pode ter um teclado totalmente diferente do normal. E para saber como mapear as teclas, abra uma console texto tentro do gráfico e execute o xev.
No vídeo abaixo, mostro o uso do xev e como me retornou a informação que passei no xmodmap.


video

Para assistir o vídeo em uma qualidade um pouco melhor (810Kb), use:
http://eschuch.googlepages.com/xev.ogg

6 de set de 2007

[Howto] Instalar Vmware Server no ubuntu (xubuntu)

Atenção: O vmware assim como qualquer outro VM que existe pode causar danos SÉRIOS ao seu SO quando configurado erroneamente. Esteja alerta, e com seus backups em dia.

Em passos simples:
1 - Entre no site da vmware e baixe a versão server. Lembre-se que você DEVE se cadastrar e GUARDE as chaves que são fornecidas.
2 - Execute no terminal:
# sudo apt-get install linux-headers-`uname -r`\
xinetd\
build-essential\
libX11-dev\
libxtst6\
xlibs-dev


Crie a pasta usada temporariamente para instalação:
# mkdir ~/vmware

Crie a pasta usada para as máquinas virtuais. Criei dentro do /home pois tenho ele montado em uma raid 0 de 300GB, mas você pode usar qualquer pasta:
# sudo mkdir /home/vmware



Descompacte o arquivo que você baixou. Normalmente o Firefox usa ~/Desktop, então o comando fica:
# tar -xzf ~/Desktop/VMware-server-*.tar.gz -C ~/vmware/

Rode o instalador e vá apertando enter (opção padrão) até quando o mesmo perguntar:
Before running VMware Server for the first time, you need to configure it by invoking the following command: "/usr/bin/vmware-config.pl". Do you want this program to invoke the command for you now? [yes]

E responda no (NÂO). Isso mesmo !

Baixe o patch para corrigir erros de compilação, pegando a ultima versão em:
http://knihovny.cvut.cz/ftp/pub/vmware/
Neste post, e na minha instalação, usei o vmware-any-any-update113.tar.gz, mas baixe o último vmware-any-any-update*.tar.gz.
Descompacte o arquivo com :
# tar -xzf ~/Desktop/vmware-any-any-update*.tar.gz -C ~/vmware/


Copie os arquivos para dentro do instalador do vmware:
# cd ~/vmware/vmware-any-any-update*/ && cp -R ./* ~/vmware/

Execute o patch:
# cd ~/vmware/ && sudo ./runme.pl


O patch vai chamar o arquivo de instalação novamente, ai sim você deve configurar adequadamente.
Lembre-se de usar a pasta criada no início desse rautu para colocar as máquinas virtuais.
Dê permissão de leitura para você nesta mesma pasta:
# sudo chown -R $USER /home/vmware


E então execute:
# vmware


Pronto, é conectar, criar e executar as máquinas virtuais.

Para fazer um backup das máquinas, copie os arquivos em /home/vmware para seu backup.
Ao voltar, o vmware vai perguntar se deseja criar um novo IID, pode-se diser que não para instalação já existente. Se for uma cópia de uma máquina já existente (clone), então clique em sim.

Então tá ai o resultado.

T+

Rodando duas instalações clonadas do winxp com hack para multiplos TS

[Dica] Dois monitores placa nvidia no ubuntu (xubuntu) feisty

Isso é que chamo de WIIIIIIDE sccreen !

Estou usando uma placa na nvidia que achei perdida.
VGA compatible controller: nVidia Corporation NV18GL [Quadro4 NVS AGP 8x] (rev c1)
Ela vem com um cabo de duas saidas VGA. Pluguei as duas nos monitores aqui em casa, e o screen shot acima foi o que consegui.

Para configurar no xubuntu, usei o "Restricted drive manager", e instalei o drive proprietário da nvídia.
Então num terminal, executei:
$ sudo apt-get install nvidia-settings
e também
$ sudo nvidia-settings
Então está ai o resultado.
Tive que reconfigurar algumas coisinhas, como teclado e outros.
Segue meu xorg.conf para dar uma olhada. Note que o beryl não funciona mais. Também não me importo com isso.
Section "ServerLayout"
Identifier "Layout0"
Screen 0 "Screen0" 0 0
InputDevice "Keyboard0" "CoreKeyboard"
InputDevice "Mouse0" "CorePointer"
EndSection

Section "Files"

RgbPath "/usr/X11R6/lib/X11/rgb"
FontPath "/usr/share/fonts/X11/misc"
FontPath "/usr/share/fonts/X11/cyrillic"
FontPath "/usr/share/fonts/X11/100dpi/:unscaled"
FontPath "/usr/share/fonts/X11/75dpi/:unscaled"
FontPath "/usr/share/fonts/X11/Type1"
FontPath "/usr/share/fonts/X11/100dpi"
FontPath "/usr/share/fonts/X11/75dpi"
FontPath "/var/lib/defoma/x-ttcidfont-conf.d/dirs/TrueType"
EndSection

Section "Module"

Load "dbe"
Load "extmod"
Load "type1"
Load "freetype"
Load "glx"
Load "bitmap"
Load "ddc"
Load "int10"
Load "record"
Load "v4l"
Load "vbe"
EndSection

Section "ServerFlags"
Option "Xinerama" "0"
EndSection

Section "InputDevice"

Identifier "Mouse0"
Driver "mouse"
Option "Protocol" "auto"
Option "Device" "/dev/psaux"
Option "Emulate3Buttons" "no"
Option "ZAxisMapping" "4 5"
EndSection

Section "InputDevice"

Identifier "Keyboard0"
Driver "kbd"
Option "CoreKeyboard"
Option "XkbRules" "xorg"
Option "XkbModel" "abnt2"
Option "XkbLayout" "br"
Option "XkbOptions" "lv3:ralt_switch"
EndSection

Section "Monitor"

Identifier "Monitor0"
VendorName "Unknown"
ModelName "LG 500G"
HorizSync 30.0 - 54.0
VertRefresh 50.0 - 120.0
Option "DPMS"
EndSection

Section "Device"
Identifier "Videocard0"
Driver "nvidia"
VendorName "NVIDIA Corporation"
BoardName "Quadro NVS 280 SD"
EndSection

Section "Screen"
Identifier "Screen0"
Device "Videocard0"
Monitor "Monitor0"
DefaultDepth 24
Option "TwinView" "1"
Option "metamodes" "CRT-0: 1152x768 +1152+0, CRT-1: 1152x768 +0+0"
Option "AddARGBGLXVisuals" "True"
SubSection "Display"
Depth 24
Modes "1600x1200" "1280x1024" "1024x768" "800x600" "640x480"
EndSubSection
EndSection

Section "Extensions"
Option "Composite" "Enable"
EndSection

[dica] Habilitando 3 logins remotos simultâneas no Windows XP


Essa é pros xispezeros de plantão. Para habilitar multiplos logins remotos no winxp, faça o que eu digo, não o que faço ;) Inicie o winxp e se logue nele com uma conta administrativa; Execute o regedit; Altere (ou crie) a chave DWORD EnableConcurrentSessions no local abaixo, e sete ela para 1:
HKEY_LOCAL_MACHINE/SYSTEM/CurrentControlSet/Control/Terminal Server/Licensing Core.
Clique com o botão direito do mouse no ícone
Meu Computador e em Propriedades. Vá até Acesso Remoto e desmarque a opção que permite o acesso. Vá até a tela que mostra os serviços do windos, nas propriedades do Serviço de Terminal, e escolha para não iniciar o serviço.
Reinicie o Windowes, entrando em modo de segurança.
Renomeie o arquivo c:\windows\system32\dllcache\termsrv.dll e c:\windows\system32\termsrv.dll para qualquer outra coisa (termsrv.dll.original seria uma boa).
Baixe esse arquivo (é original da versão beta do wi
ndows xp, eu acho ;P ) e salve nas mesmas pastas que você alterou antes.
Reinicie a sua máquina.
Entre nos serviços do windows, e agora coloque o Serviço de Terminal para Auomático.
Altere as propriedades do Meu Computador, onde fala Permitir Acesso Remoto, habilitando-a.

Não esqueça de adicionar os usuários ao grupo Usuários do Serviço de Terminal.

E colocar uma senha para eles. Sem senha, até agora não foi.
Assim, você pode ter acesso a até 3 terminais remotos simultâneos no winxp.

Acho que estou esquecendo de alguma coisa, mas q se dane, prefiro meu xubuntu com nxfree ... HAHAHA !!!

T+

[Resolvido] rdesktop teclado abnt2 problema com slash e question mark (?/) e outros

Se você tentar conectar em uma estação remota windows usando o rdesktop, não adianta passa a opção "-k pt-br" para ele, que as teclas "/" e "?" continuaram sem funcionar.
No meu caso, uso o Ubuntu (xubunu na verdade), e o feisty tenho problemas com o "/" , "?", e no gutsy, com "." , "", então ai vai os passos para resolver isso:

Execute os comandos:
$ sudo mv /usr/bin/rdesktop /usr/bin/rdesktop.original
$ sudo nano /usr/bin/rdesktop
e adicione ao arquivo:
#!/bin/sh
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 15 = 6 dead_diaeresis"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 22 = BackSpace"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 34 = dead_acute dead_grave"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 35 = bracketleft braceleft"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 47 = ccedilla Ccedilla"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 48 = dead_tilde dead_circumflex"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 49 = apostrophe quotedbl"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 51 = bracketright braceright"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 61 = semicolon colon"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 91 = KP_Delete comma"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 94 = backslash bar"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 107 = Delete"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 108 = Return"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 123 = slash question"
/usr/X11R6/bin/xmodmap -e "keycode 134 = KP_Decimal"
/usr/bin/rdesktop.original "$@"
Execute agora:
$ sudo chmod 755 /usr/bin/rdesktop
Pronto. Para forçar o uso do abnt2 (recomendado), use a opção "-k pt-br"
rdesktop -k pt-br server

#--fim :)

2 de set de 2007

Meu Xubuntu Feisty

A seguir, passo a passo na instalação do meu Xubuntu Feisty.

Após a instalação normal do Xubuntu, sem nada de mais, instalo as primeiras coisas que realmente vale a pena: Automatix e Freenx. Para o Automatix, siga esses passos, e para o freenx, esses.

#
apt-get update
#apt-get dist-upgrade
#sudo apt-get install fusesmb freenx automatix2 smbfs esound-clients libarts1c2a python-profiler tclreadline

Então configuro o fusesmb, alterando o arquivo ~/.smb/fusesmb.conf para

[global]
username=DOMINIO\usuario
password=senha_do_dominio
showhiddenshares=true
timeout = 20
interval = 11
workgroups=DOMINIO

[/NOME_DO_SERVIDOR_DO_DOMINIO]
username=DOMINIO\usuario
password=
senha_do_dominio
showhiddenshares=true
timeout = 20
interval = 9
workgroups=DOMINIO
timeout = 10
interval = 10

1 de set de 2007

Morte do OpenMosix Anunciada

Estou ainda achando meio estranho que o Moshe Bar está dizendo que "Muito obrigado a todos, mas isso acabou." É realmente muito estranho. A coisa boa da vida é que tem uma 1/2 versão (não que é pior, mas é direfente) do Mosix aqui.
Baixei, instalei, e incrivelmente FUCNIONA !
Bom projeto pra faculdade.


T+

Configurando um servidor Samba, Squid, webmail e outras coisas

Atenção:Ainda não finalizado !

O que quero é uma máquina que posso utilizar tudo sincronizado, sem o cara precisar ter uma senha pro dominio, uma pra internet, uma pro e-mail, Que saco !

Agora em video aulas ! :) (que perda de tempo fazendo isso!)


Instalando freenx no ubuntu. Lindo e Bizarro !



Vamos logo ao que interessa ...

Editar o source list:
#sudo nano /etc/apt/source.list

adicionando ao final do arquivo, as linhas:
deb http://free.linux.hp.com/~brett/seveas/freenx feisty-seveas freenx
deb-src http://free.linux.hp.com/~brett/seveas/freenx feisty-seveas freenx


Feche e salve o arquivo.
Adicionar a chave ao sistema:
wget http://free.linux.hp.com/~brett/seveas/freenx/seveas.gpg -O- sudo apt-key add -

Executar no shell:
#sudo apt-get update
#sudo apt-get install ssh freenx nxclient


Pronto, você acaba de ter um freenx funcionando.


Nota: Se estiver usando ubuntu dapper, use os repositorios abaixo:
deb http://free.linux.hp.com/~brett/seveas/freenx dapper-seveas freenx
deb-src http://free.linux.hp.com/~brett/seveas/freenx dapper-seveas freenx

Acesso remoto a estações gráficas Linux (vnc)

Atenção:
  • Se quiser um sistema de acesso remoto MUITO BOM, acesse este post.

Acabo de reistalar a versão 7.4 da minha maquina xubuntu.
Migrei ela para testar os recursos da versão 7.10, mas como tem um bug com o freenx (que não está ainda nos reps da ubuntu), testei tudo o que queria e voltei para 7.4.
Mas procurando a net por atualizações do freenx para minha maquina, achei uma coisa que já usava a muito tempo atráz, e traz algumas vantagens e desvantagens em relação ao freenx ...VNC Bom, fácil, leve. Uso vnc até hoje, e então me deparei com o blog do Carlos Ricardo, mostrando a maneira mais fácil de se configurar um.

http://blog.carlos-rodrigues.com/

Bom, t+

31 de ago de 2007

Imprimindo com a multifuncional Lexmark X215 no Linux (ubuntu)

Bom, após algumas peleias, e te que configurar um win98 só para imprimir aqui em casa, finalmente anuncio o fim da luta. A impressora funcionou perfeitamente no meu xubuntu gutsy.
Vamos logo ao que interessa.

Conecte a impressora na sua máquina pelo cabo USB. Ligue a impressora. Abra um terminal e de o comando lsusb e veja se aparece a impressora mais ou menos como está abaixo.


Pegue os drivers da Sansung SCX 4014 Unified (para Linux) do link abaixo:
Baixar o instalador dos drives Sansung SCX 4014 Unified Print Drivers

descompactar e rodar o aplicativo autorun como root, mostrado na figura abaixo.


Isso vai rodar o aplicativo de instalação:


Vá até a parte que pede pela impressora:

E selecione como está acima. Por rede ou manual não vai.

Já na próxima tela, escolha a Samsung CLX-6240, e avançar. Não testei com nenhuma outra. Acho que qualquer uma funciona, mas não testei.


De um nome amigável (que tal Lexmark) para sua impressora, e NÂO execute o teste de impressão.
Simplesmente clique em Finish.

Agora que vem o pulo do gato. Na barra do Xfce4, clique em Aplication, Configuração, Impressão.


Nas configurações, apareceu a Lexmark, com um dispositivo algo como mfp:/dev/mfp5, indicando o drive da Samsung.
(note que no meu caso, o nome da impressora nova não é Lexmark)


Clique no botão logo a direita do campo URI, ALTERAR, escolha a porta USB que a impressora está ligada, e em apply.


Certo, agora clicamos no botão "ALTERAR" ao lado do "Fabricante/Modelo", escolha a opção "Arquivo PPD fornecido"


E navegue até a pasta que foi descompactada LÁ no início, à procura do arquivo scx4x16.ppd

NOTA: Estranhamente tive que abrir o pacote compactado que baixei no começo desse tuto e extrair somente o arquivo para o meu desktop e ai sim carregar ele no "MUDAR DRIVE", porque navegando nas pastas não foi.

Drive carregado, clica em "FORWARD"


E deixe marcada a opção "use o novo PPD"


Pronto! Mande um teste de impressão e veja como sai rápido.


Espero ter ajudado.


NOTA em 12/novembro/2006 :

Após algumas idas e vindas com o cups, as impressões ficaram paradas. Ao acessar a página do CUPS em http://127.0.0.1:631/printers, encontrei a imagem abaixo:


Ao dar um sudo ls -l /usr/lib/cups/filter obtive:

-rwxr-xr-x 1 root root 5848 2007-10-08 08:38 commandtocanon
-rwxr-xr-x 1 root root 5856 2007-10-08 08:38 commandtoepson
lrwxrwxrwx 1 root root 12 2007-11-10 23:22 cupsomatic -> foomatic-rip
lrwxrwxrwx 1 root root 25 2007-11-10 23:22 foomatic-rip -> ../../../bin/foomatic-rip
-rwxr-xr-x 1 root root 4620 2007-11-01 13:24 gziptoany
-rwxr-xr-x 1 root root 43508 2007-11-01 13:24 hpgltops
-rwxr-xr-x 1 root root 26476 2007-11-01 13:24 imagetops
-rwxr-xr-x 1 root root 56532 2007-11-01 13:24 imagetoraster
-rwxr-xr-x 1 root root 4316 2007-11-01 13:22 oopstops
-rwxr-xr-x 1 root root 5732 2007-11-01 13:22 pdftops
-rwx------ 1 root root 6580 2007-11-11 03:20 pscms
-rwxr-xr-x 1 root root 43644 2007-11-01 13:24 pstops
-rwxr-xr-x 1 root root 1913 2007-10-22 16:25 pstopxl
-rwxr-xr-x 1 root root 1881 2007-10-22 16:25 pstoraster
lrwxrwxrwx 1 root root 13 2007-11-12 23:02 rastertodymo -> rastertolabel
-rwxr-xr-x 1 root root 13996 2007-11-01 13:24 rastertoepson
-rwxr-xr-x 1 root root 30920 2007-10-08 08:38 rastertogutenprint.5.0
-rwxr-xr-x 1 root root 13036 2007-11-01 13:24 rastertohp
-rwxr-xr-x 1 root root 16844 2007-11-01 13:24 rastertolabel
-rwx------ 1 root root 14436 2007-11-11 03:20 rastertosamsungpcl
-rwx------ 1 root root 35936 2007-11-11 03:20 rastertosamsungspl
-rwx------ 1 root root 60616 2007-11-11 03:20 rastertosamsungsplc
-rwxr-xr-x 1 root root 30592 2007-08-30 09:47 rastertospl2
-rwxr-xr-x 1 root root 3560 2007-11-01 13:22 textonly
-rwxr-xr-x 1 root root 36888 2007-11-01 13:24 texttops


Então troquei as permissões dos arquivos que estavam com 700 para 755 dentro da pasta:
sudo chmod 755 rastertosamsungpcl rastertosamsungspl rastertosamsungsplc pscms
e reiniciei o cups:
sudo /etc/init.d/cupsys restart
... e tudo voltou ao normal.
Estou testando alguns sistemas de cota de impressão para Linux (pykota), mas não obtive sucesso ainda. Continuo tentando ... :)

8 de ago de 2007

Agora TEM que ir !

Trabalhando com Linux a anos, sempre fui muito realista. Em servidores não existe coisa melhor. Agora em desktop... hum... a Apple sempre foi MUUUUUUITOS anos luz na frente de todos. Mas a questão maior ainda é:
- "É o Linux um desktop fácil de usar ?"
Bem, ainda não tão fácil, muito por culpa dos progamadores, muito por culpa das empresas... Mas está surgindo uma nova (nem tão nova) onda. Ela se chama Ubuntu.
Mas que diacho é isso ?
Ubuntu é uma distribuição Linux, financiada pela Cannonical, que é uma empresa dum cara que tinha uma empresa de segurança que começou do nada, e em alguns anos vendeu ela por nada mais nada menos que U$500.000.000,00. Ai ele foi pro espaço e começou a ter ataques de liberdades com o Linux :)
O bom é que com esses ataques muito bem patrocinados, está sendo criada uma das mais proficionais distribuições para uso pessoal que ja vi até hoje.
E sobre ela que continuo.
Quer fazer um teste? Entre no site, baixe uma ISO, grave no cd e reinicie sua máquina com ela.
Não tem gravadora? Não tem tempo? Tem internet discada? Então PEDE um cd para eles, que você recebe... DE GRAÇA!!! (demora uns dias, mas vêm !)
E o melhor, tirando 1/2 dúzia de hardware TOTALMENTE proprietário, o sistema funciona 100% !
Não perca mais tempo configurando seu bluetooth, tentando achar o drive da sua placa wireless, ou tentando usar a configuração máxima da sua placa de vídeo, pois isso ... (continua daqui a pouco... hehehe :)

5 de ago de 2007

Youtube Like Web Server (flash stream)

Estava eu navegando na internet, e pensando em um projeto que comecei muito tempo atraz, fazendo VOD usando flash (sim, foi anos antes do youtube, não não... não fiquei milionário ;)
Acabei hoje nessa página:

http://blog.kovyrin.net/2006/10/14/flash-video-flv-streaming-nginx/

O post é velho, mas é TOTALMENTE PERFEITO.
Muito mais fácil que do meu modo, que misturava java, flash, html, e outras porcarias... oooo mundo cruel !

Muito bom Alexey.

T+

Configurar redirecionamento de portas em modem adsl D-Link 500G por telnet

Nota: Existe o 500 e o 500G. Já lí que são diferentes, mas só sei sobre o 500G !

Tem esse modem, com mais de 2 anos de uso. Da BrasilTelecom. Tinha algumas portas configuradas, e esse fim de semana, ao tentar redirecionar algumas portas pela interface web, o modem informa que o comando é inválido. Tá, grandes coisa. O que fiz errado ? Bem, acho que meu erro foi ter um modem desses... :)
Mas acessei por telnet, e rapidamente configurei ele. Vamos aos passos:

Primeiro, de um telnet nele, executando o comando (no meu caso, o modem tem o ip 10.0.0.2 . Por padrão, o ip é 10.1.1.1):

$ telnet 10.0.0.2

Trying 10.0.0.2...
Connected to 10.0.0.2.
Escape character is '^]'.

*******************
Welcome to Titanium
*******************

D-Link Corp., Software Release R2.01.B18.LA(021206a/T93.3.44)
Copyright (c) 2001-2002 by D-Link Corp.

login: admin
password:
Login Successful
$

Por padrão, o usuário e senha são admin
Então digitando o comando (tudo junto):

$create nat rule entry ruleid 3 rdr prot tcp ifname ppp-0 lcladdrfrom 10.0.0.254 lcladdrto 10.0.0.254 glbaddrfrom 0.0.0.0 glbaddrto 0.0.0.0 destportfrom num 0 destportto num 8181 lclport num 8181

o modem responde:

Entry Created
Rule Id : 3
$

então salve a configuração com

$commit
Set Done

e saia do modem

$exit

Pronto ! Agora a explicação:

  • creat - cria algo ...
  • nat - tipo nat ;)
  • rule - como regra ...
  • entry - de entrada ...
  • ruleid 3 - idenficação numero 3, se tiver mais regras, coloque o número subsegüente ...
  • rdr - não sei o que é rdr, mas tem que ser usado rdr para entrada. Não funcionou com outra ;)
  • prot tcp - tipo de protocolo tcp
  • fname ppp-0 - interface ppp-0. Tentei com any, all, mas só funcionou assim.
  • lcladdrfrom 10.0.0.254 lcladdrto 10.0.0.254 - endereço ip da máquina atraz do modem. Tentei colocar um range de ip (claddrfrom 10.0.0.253 claddrto 10.0.0.254), mas não funcionou.
  • glbaddrfrom 0.0.0.0 glbaddrto 0.0.0.0 - expecifica o ip das máquinas da internet que poderão ter acesso. 0.0.0.0 diz que pode ser qualquer uma. Não tentei com outra coisa.
  • destportfrom num 0 - expecifica a porta de origem. Colocando 0 (zero) informa que pode ser qualquer porta. Altamente recomendável deixar com zero.
  • destportto num 8181 - informa qual a porta do modem vai ficar aberta na internet. Essa porta vai ser redirecionada localmente para a ...
  • lclport num 8181 - porta da máquina na rede interna. Escolha a porta do serviço certo, ou altere o seu serviço para usar outra porta.


Após isso, o comando commit grava as alterações na flash do modem. Se não for dado esse comando, ao reiniciar o modem, perde as configurações criadas ;)

Bem, o redirecionamento está pronto. Para testar, coloque um serviço funcionando na porta do micro. Pode ser qualquer coisa, um servidor web, o VLC fazendo stream de qualquer coisa, mas TEM que ter algo rodando na porta.
Para ver se tem algo rodando na porta, execute o comando NA MÁQUINA QUE ESTÁ RECEBENDO O REDIRECIONAMENTO (no meu caso, a máquina que tem o ip 10.0.0.254):

$ netstat -an

e veja se tem algo tipo:

tcp 0 0 0.0.0.0:8181 0.0.0.0:* OUÇA

No windows, a resposta é um pouco diferente, mas abra um prompt do dos
e execute o mesmo comando. Deve aparecer alguma referência a porta em
questâo.

Agora, use a feramenta:

http://www.t1shopper.com/tools /port-scanner/

digite a porta que voce abriu e mande bala.

Deve receber uma resposta tipo:
Scanning ports on 201.x.x.x
201.x.x.x is responding on port 8181 ().

Se sim, pronto. Está funcionando.

Nos próximos, tem configuração de um servidor de stream, usando vlc,
noip, mplayer e outras coisas ;) Boa sorte !

T+

8 de jun de 2007

Main Frames crescem no Brasil

Deu no Investnews.
Sistemas de mainframes como ZOS, que sua licença custa entre U$200.000,00 e U$300.000,00 por ano, aumentaram sua participação no Brasil em 8%, perdendo apenas para o Linux (Linux 11%, ZOS 8%, Windows 4%, UNIX -2%).
Sistemas de grandes porte estavam caindo no esquecimento, sendo substituídos por servidores que derivaram de desktops. Com o aumento de demanda por aplicações web (rede), estes computadores estão voltando com força total. A não ser que algo de extraordinário aconteça com o mercado, o que não é difícil, os mainframes podem tomar conta do mercado.
O que falta é pessoas capacitadas.

Note Book de U$199.

Asustek apresenta uma proposta limpa, funcional e barata para o mercado. Seguindo a linha dos seus notes. Não existe muitas informações sobre o produto, mas sabe-se que ele roda linux ou Windows (numa versão expecífica para ele).
A Asustek e a Intel se unirãm para fornecer a maquina.
Veja mais em news.yahoo.com

Cursos da Red Hat agora nas universidades do Brasil

Programa Red Hat Meets University, executado em parceria com universidades brasileiras, fornece certificações Red Hat Certified Technician (RHCT) e Red Hat Certified Engineer (RHCE) a valores especiais.
Para quem não conhece as certificações da RH, elas são:
RHCA (Arquiteto Certificado da Red Hat)
RHCE (Engenheiro Certificado da Red Hat)
RHCT (Técnico Certificado da Red Hat)
Maiores informações no site http://www.br.redhat.com/training/rh_universidades/

17 de mai de 2007

Ferramentas Google

Objetivo: Demonstrar como utilizar as ferramentas do Google para colaboração de trabalhos on-line em realtime.

  • E-mail


Uma das mais utilizadas ferramentas na internet é o e-mail. Bilhões de mensagens são enviadas por minuto no mundo todo. No Google, o e-mail é o portão de acesso para todos os outros serviços. Acesse http://gmail.com e crie uma conta. Responda a algumas perguntas e pronto. Você acaba de receber uma conta com quase 3Gb de espaço. Lembre-se bem do seu usuário e senha, pois vamos usa-los para tudo. Lembre-se que o Gmail não usa pastas, e sim marcadores e pesquisa. Muito mais fácil, muito mais simples. Mande algumas mensagens para você mesmo. Após isso, selecione os e-mails marcando os quadros logo a esquerda do assunto e clique em Arquivar. Os e-mail sumiram da caixa de entrada, mas estão arquivados dentro da sua conta. E para encontra-los, basta clicar em Todos os e-mails na parte esquerda da página. Pronto, está tudo ai. Apesar de sair da caixa de entrada, eles estão ai. Não se preocupe que eles não sumirão. É um conceito novo. Existe ainda o campo Procurar e-mail que é fenomenal. Escreva alguma coisa no campo e clique em Procurar e-mail. No exemplo, escrevi teste. O resultado foi este abaixo.
Bom, agora vamos ver os marcadores. Marcadores são marcadores :). Funciona como as pastas, podendo consultar somente um expecífico marcador, mas tudo está junto, facilitando a pesquisa. São conceitos novos, que o site utiliza. Para marcar uma mensagem, marque o quadrado ao lado esquerdo do e-mail e no Mais ações... logo acima das mensagens.


Agora crie um marcador ou use um já existênte. A lista de marcadores fica na caixa verde na tela principal do e-mail.



Pronto. Agora comece a enviar e receber e-mail com essa poderosa ferramenta. Não esqueça de aproveitar e clicar em todos os links, e veja o que fazem e para que serve.


  • Só isso?


Não! Esse é o primeiro passo para usar todas as funções do Google. Vamos aproveitar o site do Gmail aberto e vamos ao segundo passo.


  • Agenda


Depois do e-mail, acredito que a mais usada ferramenta é a Agenda. Dentro do Gmail, você pode acessar a agenda pelo link Agenda na parte superior da página. Você está na Agenda do Google .

Continua....

15 de mai de 2007

Rdesktop no windows ?

O rdesktop para quem não conhece, é o programa no Linux para acessar o terminal remoto de uma maquina windows. Por existir programas compatíveis no windows xp, poucas pessoas se interessaram em portar ele para o windows. Mas, como nem tudo são flores, e o note da minha empresa tem win2k, sai a procura de algo mais gerenciável para executar a função.
Achei uma nota no osdir falando sobre um port do rdesktop que rode no windows.
Bem, traduzindo, os passos rápidos são:

  • Acesse htttp://www.cygwin.com/setup.exe e baixe o executável. Rode ele, e vá avançando até chegar no Cygwin Setup - Select Packages e marque a opção xorg-x11-base,como na figura a baixo.


  • Não se preocupe com os outros pacotes. Continuamos com o padrão de instalação de programas no windows, ou seja, OK Aceito Concordo Avança Confirma etc.
  • Após tudo isso, existe um ícone do Desktop, assim.

  • Execute ele. Abrindo, você está dentro de um sistema quase linux. Só falta o kernel :)

  • Bem, dentro do prompt do cygwin, execute o comando mkdir /usr/share/rdesktop e isso cria a pasta em questão.

  • Baixe o port do rdesktop em http://www.streetclassics.net/Rdesktop-1.4.1-Win32.zip

  • Dentro desse arquivo, você encontra dentro da pasta Rdesktop-1.4.1, algumas dlls e o executável rdesktop. Descompacte esses arquivos somente para a pasta de executáveis do cygwin, em c:\cygwin\bin.

  • Tente não sobreescrever os arquivos que já existem nessa pasta.

  • Agora dentro do arquivo que você acabou de baixar, existe uma pasta chamada shared e dentro dela, uma pasta rdesktop.

  • Abra essa pasta e descompacte os arquivos dela para c:\cygwin\usr\shared\rdesktop\

  • Ok. Volte para a tela do cygwin.

  • Agora, executamos o Xorg, com o comando startx
  • Uma pequena janela, parecida com a anterior só que com o fundo branco aparece.
  • Execute o comando rdesktop, você tem os comandos.
  • rdesktop wts.servidor.com.br é uma idéia mais ou menos de como ele funciona.
  • Digite rdesktop --help e você terá mais (muuuuito mais) opções.

Espero ter ajudado

Nota: Assim publiquei o arquivo, o link foi tirado do ar. Coloquei uma cópia em http://rdsktop-win32.4shared.com/. Como eu não tinha encontrado os fontes e o link original aparentemente ja era, por favor, se você tiver, mante uma cópia para mim. Ai posso adicionar junto ao programa. O source original está em http://www.rdesktop.org.