3 de jan de 2008

montando um disco USB com direito de leitura, escrita e execução para todos (PERIGO!)

Tenho um usb com vários programas, arquivos, configurações, páginas web e mais um monte de ferramentas. Que fácil fica quando se tem tudo a mão para executar uma tarefa. Mas as vezes tenho que copiar de e para e até mesmo executar programas não como root. Não fica tudo mais fácil se qualquer usuário possa gravar e executar os arquivos do pen drive sem se preocupar com as permissões? Ok, ok SeLinux (Linux Seguro) pode não funciona, mas isso também serve para outras coisas, como banco de dados em Pen Drivers (oque? você nunca viu Pem Drive servido como disco de banco de dados de pequenas empresas ??? DE QUE PAÍS VOCÊ VEM???)

AVISO: ISSO É UMA FALHA DE SEGURANÇA !

Vamos logo aos passos:

Insira o pendrive em uma porta usb qualquer. Eu costume sempre usar as traseiras do computador, porque muitas vezes as dianteiras estão ligadas invertidas o que causa a liberação de uma fumaça muito estranha e um leve cheiro de queimado, e não. Não é o feijão da panela. É o seu pendrive que já era.

# fdisk -l

Procure pelo device do seu pendrive. No meu caso, o texto é :

Disk /dev/sdc: 1024 MB, 1024287232 bytes
32 heads, 62 sectors/track, 1008 cylinders
Units = cilindros of 1984 * 512 = 1015808 bytes
Dispositivo Boot Start End Blocks Id System
/dev/sdc1 1 1008 999905 83 Linux

Crie uma pasta para montar o mesmo:

# mkdir /usb

De permissão de leitura, escrita e execução na mesma (sim, e novamente, isso É uma falha de segurança):

# chmod 777 /usb

Para ter certeza que é o disco certo, desmonte ele e monte na pasta que criou:

# umount /dev/sdc*
# mount /dev/sdc1 /usb

Verifique se realmente é o pendrive.
No Debian, você pode colocar o pendrive e executar o " dmesg " logo em seguida para verificar onde o kernel colocou o seu pendrive.

Tendo certeza do pen, desmonte o mesmo com

# umont /usb

E edite o arquivo /etc/fstab

# nano /etc/fstab

Adicione as linhas ao final:

/dev/sdc1 /usb auto user,suid,dev,exec,auto,umask=0000 0 0

Salve o arquivo e remonte com o comando:

#mount -a

Executando um ls -l na pasta usb, você verá que agora é tudo RWX (777). Bom, cuidado. E até mais.


REF:http://www.debianhelp.co.uk/firebird.htm